sexta-feira, 2 de abril de 2010

O "sacrificio" de Jesus foi válido?

Essa é outra questão que me intriga muito, e junto com as outras duas (a de que deus aceita sacrifícios humanos e a de que deus matou seu próprio filho), formam a grande tríade de incoerências em torno da crença da redenção dada pelo cristianismo.

Pois é dito por todos os crentes que Jesus morreu por nós. Ele morreu em nosso lugar para que os crentes possam ser salvos. Ele tomou a nossa punição para si. Ele sofreu um sacrifício vicário, ou seja, ele foi punido para que os cristãos possam ser salvos. Ele foi o cordeiro de deus que tira o pecado do mundo.

Isso tudo é aceito e repetido pelos crentes no mundo inteiro, e nem preciso postar passagens bíblicas a respeito. É fato notório.

Porém, se Jesus ressuscitou, então o sacrifício dele foi inválido.

Oras, onde já se viu que um cordeiro ressuscitar após ser imolado?

Onde está o sacrifício, se ele voltou à vida?

Algumas horas de sofrimento numa cruz conseguem pagar por uma eternidade no inferno? Tem algo muito errado aí.

Se Jesus morreu em nosso lugar, se ele nos substituiu na cruz, então ele não poderia ter ressuscitado. Ele deveria ter permanecido morto. Ele deveria estar sendo torturado no inferno no lugar daqueles que o aceitaram, por toda a eternidade.

Essa era a única forma do sacrifício dele valer de verdade.

Se agora ele está no bem bom, então mais uma vez não foi feita a justiça.

A
ssim até eu!

22 comentários:

  1. Isso aí, Samzz, e se ele morreu para que fossemos perdoados, porque ainda não fomos "readmitidos" no Éden?
    Só pode ser por ele ter ressucitado, né?? hehehe

    ResponderExcluir
  2. Você como um bom ateu não poderia acreditar na ressurreição! Isso tudo é conto bíblico para ignorantes, Jesus não morreu por pecado futuro NENHUM, morreu porque era inteligente e era um cara que estava a frente do seu tempo, assim como muitos filósofos e cientistas morreram depois. Nessa época TODO MUNDO morria na cruz, não era nenhum absurdo.

    A propósito, sou ateu também. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Bom questionamento da sua parte, mas muito fácil de responder...Deus não aceita sacrificio humano,leia a biblia e vc não vai encontrar em nenhum lugar sobre sacrificio humano,não que fosse permitido por Deus, vc pode sacrificar quantas pessoas vc quizer e depois dizer é era pra Deus,o minimo que vai acontecer com vc é cadeia,mas vamos lá,em Genesis cap 22:2,11-12 Deus pede para Abraão sacrificar seu filho, mas Deus não permitiu que fosse consumado, pois era apenas uma prova do amor e fidelidade de Abraão,e Jesus...Ele se ofereceu para receber o juizo de Deus no nosso lugar,existem leis no reino de Deus e se não seguirmos essas leis iremos para a cadeia de lá(o inferno),nós eramos réu de julgamento, e ele cumpriu a centença por nós(Galatas 1:4), sendo Ele imortal e dono da vida, depois que acabou a centença, Ele reviveu, para provar seu poder(Romanos 4:25),quem tem pecados vai pra onde? inferno e o que Jesus fez? tomou sobre todos nossos pecados(1 pedro 2:24) , isso quer dizer que Ele foi para o inferno e sofreu lá atormntado pelos pecados de todas as pessoas da terra inclusive vc e Jesus passou 3 dias no inferno? não! Ele passou 3 mil anos(2 pedro 3:8) ,mas não são todos que tem direito a esse presente não viu.olha só(joão 1:11-12),(efesios 2:8).leia e terá as respostas para suas perguntas.
    até... e Deus o abençoe

    ResponderExcluir
  4. Justamente, é muita contradição. Um sacrifício pode e outro não? Não faz sentido.

    Ate acredito que algum deus tenha criado tudo...Mas na boa? Odeio as religioões e a bíblia.

    ResponderExcluir
  5. "Isso aí, Samzz, e se ele morreu para que fossemos perdoados, porque ainda não fomos "readmitidos" no Éden?"

    Jesus morreu para quem acreditar nele seja salvo da morte e do inferno.

    "Isso tudo é conto bíblico para ignorantes"

    um quem acredita na bíblia não é ignorante, apenas acredita que a bíblia seja a verdade de tudo que aconteceu no nosso mundo. Quem acha que a bíblia é para ignorantes, só um ignorante acha isso.

    "Justamente, é muita contradição."

    não tem contradições nesse blog só uma mã interpretação da bíblia.

    "Um sacrifício pode e outro não? Não faz sentido."

    os sacrifícios de animais podiam até que Jesus morreu, porque quando ele morreu não precisou mais sacrificar animais.

    Deus só aceitava sacrifícios de animais, e não de humanos.

    "Ate acredito que algum deus tenha criado tudo...Mas na boa? Odeio as religioões e a bíblia."

    pensa o que você quiser é opinião sua.

    ResponderExcluir
  6. Jesus morreu, não cometeu nenhum pecado, então o sacrifício de Jesus foi valido, não importa se Jesus ressuscitou ou que ele tinha sofrer mais, se Jesus morreu sem cometer nenhum pecado isso é o suficiente, pra a gente ser salvo. O SACRIFÍCIO DE JESUS FOI VALIDO.

    NESSE TÓPICO NÃO TEM NENHUM ABSURDO, SÓ TEM UM MAL COMPREENDIMENTO DO SACRIFÍCIO DE JESUS.

    ResponderExcluir
  7. O sacrifio de Jesus foi válido por que ele não cometeu pecado...
    Ora a vida do corpo está no sangue. Para remissão dos pecados era necessário alguém derramasse sangue.. mas que esse sangue fosse santo. Jesus não cometeu pecado algum.. e por isso tomou nosso lugar na cruz.. nós mereciamos morrer.. mas ele sendo inocente tomou nossos pecados sobre ele e foi castigado com a morte... Por que o salário do pecado é a morte. Rom 3:23 Tendo feito isso Jesus venceu a morte..
    TRAGADA FOI A MORTE NA VITÓRIA. ONDE ESTÁ, Ó MORTE, O TEU AGUILHÃO ? I Coríntios 15:54b-55
    Jesus venceu a morte e ressuscitou ao terceiro dia.

    ResponderExcluir
  8. "Jesus venceu a morte e ressuscitou ao terceiro dia."

    E... cadê a prova disso?

    ResponderExcluir
  9. Ressuscitou knem vários deuses que existiram antes dele, Hórus, Mitra, Attis, Krisnha, Dionísio dentre muitos outros...a lista de deuses que ressussitaram chega às centenas...
    Enfim, é mais do que sabido que a estorinha de jesus é puro plágio...

    ResponderExcluir
  10. Não há provas nem que ele existiu, quanto mais que ressuscitou...
    enfim, só uma é só uma mitologia.

    ResponderExcluir
  11. Penso que a história de Jesus é falsa ou foi alterada para dar mais enfase, pois não há registros dos acontecimentos relatados no novo testamento, tampouco da ressurreição de cristo, portanto tudo leva a crer que foi é mais uma "crença" que cresceu e que logo terá sua queda como todas as outras, por exemplos os deuses do antigo Egito que tinham muitos adeptos, e que hoje só são lembrados como "mitos".

    ResponderExcluir
  12. quanta baboseiras e conjecturações imbecís... vão ler a bíblia e não vão continuar falando tanta M.

    ResponderExcluir
  13. A bíblia é a prova disso!
    que Deus tenha piedade de vocês!

    ResponderExcluir
  14. Se a biblia provasse qualquer coisa, não existiria essa discussão...

    ResponderExcluir
  15. Assim como só recebe presente de Papai Noel no Natal quem acredita que ele existe. Quem acreditar e for bonzinho o ano inteiro ganhará presente. É tudo questão de crença.

    ResponderExcluir
  16. Dirceu Gomide GOMIDE3 de março de 2014 20:08

    Vocês "examinam a bíblia" com pre-supostos, isto é, buscando defender suas idéias "otárias", é por isso que não compreendem nada. A maioria dos seus "idolos racionais" principalmente gregos, possuem muito menos prova de existência, e muita coisa que vocês tem como "FATOS", na verdade são meras teorias, OTÁRIO !!!

    ResponderExcluir
  17. Dirceu Gomide GOMIDE3 de março de 2014 20:33

    A maior prova da existência de Deus, é o nível que se encontram as pessoas no mundo atual.... Soberba, ganância, prostituição, fornicação, distorção espiritual total, alienação destrutiva(família), libertinagens, homosexualismo(digo o liberal e curioso), não aqueles que nascem com anomalias sexual, "céticos" como cumprimento das palavras do mestre que já dizia que por ventura encontraria quem acreditassa nele verdadeiramente até a sua volta, mentiras históricas, isto é, verdades não reveladas, a propagação de fatos cientificos como verdadeiros, sendo que em sua maioria são meras teorias, que mudam sempre, porque se aprende sempre, kkk, ainda tem besta aqui defendendo, ocultismo, manobras tenebrosas para domínio de otários, principalmente ateus e ignorantes prosélitos, envenenamento (saúde) da população, para renda das multi-bilionárias indústrias farmacêuticas, enfim, banalização total do ser chamado "humano", tudo pode, nada tem problema, precisamos avançar na quebra da moralidade, etc, etc, etc.... Razão x fé? Hum, estamos testemunhando mesmo os avanços da Razão, não acham?

    ResponderExcluir
  18. Olá, Dirceu! Primeiramente, se todos estes fatores que você citou servissem de prova para alguma coisa, serviriam apenas para provar a total incompetência do seu criador, pois, segundo o que se prega, o seu plano original seria de um mundo livre de todos os males.


    Além disso, mostram também que a suas tentativas de acabar com todos os males que acometem a humanidade, por exemplo, promovendo um absurdo dilúvio universal e, futuramente, destruindo com chuva de fogo as cidades de Sodoma e Gomorra foram vãs e desastrosas.


    Prosseguindo, me parece que a sua ideia sobre a palavra "teoria" quando se refere à conclusão um estudo científico está completamente errada. Talvez você, como a maioria das pessoas, esteja a confundindo com a mesma palavra, porém com o sentido de hipótese, o que não é correto.


    Um apedeuta qualquer poderia confundir o sentido da palavra, porém, alguém que tenha o mínimo de conhecimento jamais poderia cometer este erro.

    ResponderExcluir
  19. Pessoas honestas não avaliam a biblia com pre-supostos, e eu posso te garantir que há muitos mais religiosos com o pre-suposto de que um deus existe, do que ateus com o pre-suposto de que ele não existe. Isso porque o ateísmo não é a afirmação de que um deus não existe, mas sim a rejeição da afirmação de que um deus existe, por falta de evidências suficientes.

    Então avaliando a biblia sem pre-supostos, ela serve como evidência de eventos sobrenaturais?
    Não.

    Assim, como os livros de religiões mais antigas também não servem como evidências de suas afirmações sobrenaturais. Como via de regra, nenhum livro serve como evidência de afirmações sobrenaturais, e afirmações sobre eventos sobrenaturais sempre falham em apresentar evidências, porque elas sempre se baseiam em argumentos de ignorância.

    "A maioria dos seus "idolos racionais" principalmente gregos, possuem muito menos prova de existência"

    Mas nesse caso, se eles existiram ou não é irrelevante, porque não é o indivíduo em si que é o importante, mas sim o trabalho realizado. Então, se Einstein ou Darwin, nunca tivessem existido, estaria tudo bem, porque o trabalho deles não dependem da identidade do indivíduo, mas sim das evidências que demonstram que suas teorias descrevem precisamente o funcionamento do universo ao seu redor.

    Esse não é o caso da religião cristã, se Jesus fosse só um cara normal dizendo ser deus ou filho de um deus, toda religião cristã cai por terra.

    "muita coisa que vocês tem como "FATOS", na verdade são meras teorias, OTÁRIO !!!"

    Óbviamente você não sabe a definição de teoria. Teoria é a melhor explicação disponível para um fato observavel no nosso universo, ela começou como um hipótese, que possuia falseabilidade, foram feitas previsões de que tipo de evidências seriam encontradas se a hipótese fosse verdadeira, testes foram feitos para testar essas previsões, testes que podem ser independentemente verificados, e a metodologia dos testes foi revisada por outros cientistas daquele campo de estudo, para então sim, a hipotese ser confirmada e passar a ser uma teoria.

    Então teoria, no ambito científico, que dizer a melhor resposta atualmente, para as evidências disponíveis. É na linguagem popular do dia a dia, que teoria recebeu esse significado de "palpite".

    Alias, por isso que a ciência avança, porque em ciência ninguém afirma ou pode, ter a verdade absoluta, sempre há o espaço para se corrigir erros, sejam esse erros grande ou pequenos, e trazer novas idéias que podem ser testadas. Religião no entanto, ainda está presa em idéias da era do bronze, e não se importa com a verdade, se importa apenas em ser a religião dominante.

    ResponderExcluir
  20. Por que não foi ele o pecador. Ele carregou os nossos o peso de nossos pecados para fora do mundo.

    ResponderExcluir
  21. Jesus bateu em pessoas e depredou propriedade alheia, isso não conta?

    ResponderExcluir
  22. Sou cristão, reformado. Sim, o sacrifício de Cristo foi válido porque ele sofreu a eternidade do inferno de uma só vez, pelo fato de ele ser Deus e homem ao mesmo tempo. Somente alguém que também fosse Deus poderia ser um sacrifício perfeito. Nunca ouviram falar que Cristo foi uma propiciação (Rm 3.25)?

    ResponderExcluir