terça-feira, 15 de setembro de 2009

A história ridícula de Jonas

Deus começa o livro de Jonas com sua raiva costumeira, e querendo destruir as pessoas. Até aqui, tudo normal.

Jonas 1:1 Certo dia, o SENHOR Deus disse a Jonas, filho de Amitai:

Jonas 1:2 Apronte-se, vá à grande cidade de Nínive e grite contra ela, porque a maldade daquela gente chegou aos meus ouvidos.

Jonas não quis fazer o que foi mandado, então o sabidão pegou um barco para fugir de deus!

Jonas 1:3 Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR.

Deus ficou puto com isso, e criou um vento que quase partiu o navio ao meio:

Jonas 1:4 No entanto, Deus mandou um forte vento, e houve uma tempestade no mar. Era tão violenta, que o navio estava em perigo de se partir ao meio.

Deus quando fica zangado tem dessas coisas. Quer matar as pessoas, não importa se são inocentes ou não. No meio da confusão, Jonas confessa aos marinheiros que estava fugindo de Deus, e dá a idéia de que era para jogá-lo no mar:

Jonas 1:12 Jonas respondeu: - Vocês me peguem e joguem no mar, que ele ficará calmo. Pois eu sei que foi por minha culpa que esta terrível tempestade caiu sobre vocês.

Eles ainda não quiseram, mas como a tempestade aumentou cada vez mais, aceitaram,e a tempestade se acalmou:

Jonas 1:15 Em seguida, os marinheiros pegaram Jonas e o jogaram no mar, e logo o mar se acalmou.

Pois é, mais um exemplo de que Javé tem o temperamento de uma criança de 6 anos de idade...

Aí vem a parte que todos nós conhecemos, Deus mandou um peixe engolir Jonas (apesar de Jesus ter dito que era uma baleia... sabe, ele ainda não conhecia a taxonomia atual, coitado)

Jonas 1:17 O SENHOR ordenou que um grande peixe engolisse Jonas. E ele ficou dentro do peixe três dias e três noites.

Jonas ainda orou para Deus, em meio aos sucos gástricos do estômago do peixe... Pois é, os crentes ainda acreditam que essa fábula realmente aconteceu...

Continuando, Deus dá uma ordem ao peixe para vomitá-lo na praia. Jonas devia ser meio indigesto...

Jonas 2:10 Então o SENHOR deu ordem ao peixe, e ele vomitou Jonas na praia.

E deu a ordem novamente para avisar a Nínive que ela ia ser destruída:

Jonas 3:2 Apronte-se, vá à grande cidade de Nínive e anuncie ao povo de lá a mensagem que eu vou dar a você.

Vemos pela pregação de Jonas que as coisas não mudaram muito: até os dias de hoje, o melhor método de convencimento das igrejas é a ameaça:

Jonas 3:4 Jonas entrou na cidade, andou um dia inteiro e então começou a anunciar: Dentro de quarenta dias, Nínive será destruída!

Pregação muito boa essa, pois os crédulos habitantes de Nínive acreditaram, e se arrependeram (segundo a própria bíblia, nada menos que 120.000 mil homens, que iam ser destruídos por Deus!!).

Isso fez Deus arrepender-se do que ia fazer (mais uma contradição) e tornou Jonas um falso profeta.

Jonas 3:10 Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria e não o fez.

Jonas, é claro, não gostou de ficar com a fama de mentiroso:

Jonas 4:1 Com isso, desgostou-se Jonas extremamente e ficou irado.

Jonas 4:2 E orou ao SENHOR e disse: Ah! SENHOR! Não foi isso o que eu disse, estando ainda na minha terra? Por isso, me adiantei, fugindo para Társis, pois sabia que és Deus clemente, e misericordioso, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e que te arrependes do mal.

Jonas 4:3 Peço-te, pois, ó SENHOR, tira-me a vida, porque melhor me é morrer do que viver.

Agora, o maior nonsense, a maior contradição, o maior absurdo de todos:

Deus censura Jonas por ele ter ficado brabo, dizendo que há pessoas inocentes em Nínive:

Jonas 4:11 Então eu, com muito mais razão, devo ter pena da grande cidade de Nínive, onde há mais de cento e vinte mil pessoas e também muitos animais!

Sendo que no dia anterior Deus não estava nem um pouco preocupado em virar um navio no mar cheio de pessoas inocentes, por causa de Jonas!

E sendo que alguns momentos atrás ele ia destruir a cidade inteira, com crianças inocentes nela!

Ou seja, se ele existisse, o Deus Jeová não passaria de uma entidade com sérios problemas comportamentais, instável, nem um pouco digno de confiança, e que gosta de fazer sádicos joguinhos mentais com as pessoas! Camisa de força seria pouco para ele!

13 comentários:

  1. Deus fez o teste para Jonas para ver se Jonas que era leal a Deus.

    quando Jonas foi engolido na Baleia, Deus quardou Jonas, por isso que ele não morreu na Baleia.

    Jonas 3:10 Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria e não o fez.

    Deus não tinha se arrempedido, a palavra de Deus e escrita por homens e ispirado por, quando escreveram essa parte para eles Deus se arrempedeu, mas Deus é onipresente, ele sabe o que vai acontecer, Deus não tem como se arrepender.

    Deus não destruiu a cidade de Ninive, para ver se Jonas ia continuar fiel a ele ou não, mas Jonas se irou e prefeririu a morte por isso que ele morreu, se Jonas não se irasse desejando a morte, Deus não teria matado.

    Deus testa as pessoas para ver se elas vão ser fiel a ele ou não, assim como Jonas assim como os outros que estão na bíblia, a gente não devemos nos irar como Jonas, porque Deus sempre tem um prano melho na vida da gente.

    ResponderExcluir
  2. Acho comico como esses religiosos acreditam em um ser oniciente, onipresente, onipotente, mas mesmo assim, joga a culpa do que acontece, nas pessoas.

    ResponderExcluir
  3. as pessoas que desobedecem a Deus, as pessoas não fazem a vontade de Deus, depois que elas se ferram vem colocar a culpa em Deus.

    eu acho engraçado que ateus fazem blogs para falar mão de Deus, de crentes, de bíbllia, sabendo que eles nem acreditam e Deus, ainda se preocupam com a gente, para fazer blogs falando mal da gente.

    ResponderExcluir
  4. Meu caro, se você acredita em alguem oniciente e onipotente, essa pessoa é a responsavel por TUDO que acontece.

    Se você fosse oniciente, você poderia ver o futuro, você poderia ver CADA consequencia de CADA ato que você ou outras pessoas tomassem, logo, quando o seu deus criou as regras que mandam as pessoas pro inferno, ele ja sabia que a grande maioria das pessoas iam discordar ou não aucançar as espectativas.

    Se você fosse onipotente, NADA que va contra a sua vontade acontece: o diabo vai influenciar aquela pessoa? So se você deixar.
    Um terremoto vai atingir uma população pobre que ja vive no sofrimento? So se você for muito sadico.

    Tambem não apresentou nenhuma evidencia para a existencia desse deus.

    "para fazer blogs falando mal da gente. "

    Então você esta maguado porque nos dizemos que suas crenças ridiculas são ridiculas?

    ResponderExcluir
  5. Deus é oniciente e onipotente ele pode saber tudo o que acontece.
    Deus deixa essas coisas acontecer, terremoto, echente, o diabo solto, mesmo sabendo que isso vai dar coisa errada.

    Deus deixa essas coisas acontecerem para ver se as pessoas vão continuar acreditando nele ou não, mas Deus ele oniciente ele sabe o que vai acontecer, ele que ver a gente fazer.

    eu já apresentei evidencias que Deus existe em outro topico.

    eu não estou maguado porque ficam falando mal de Deus, estou achando ruim porque vocês ficam perdendo seu tempo em algo que vocês não acredita.

    ResponderExcluir
  6. Ei Mauricio...

    Para o homem herege, ateu, materialista, tais razões não fazem sentido. E isso é natural. A Bíblia acentua a incapacidade de o homem natural não absorver a mensagem de Deus. Diz Paulo: “Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente” (1 Co 2.14). Para o homem espiritual, no entanto, a Bíblia é objeto do seu amor e reflexão. “Oh! Quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia!” (Sl 119.97)
    A Bíblia, em sua essência, é a Palavra de Deus; não contém erros de qualquer natureza, graças à sua plena inspiração, sob supervisão do Espírito Santo. Essa é uma declaração irrefutável. Não pode ser posta em dúvida. Os descrentes querem, a todo o custo, apontar erros nos textos bíblicos. No entanto, como se trata de um Livro de natureza espiritual, inspirado por Deus, não pode conter erros, em seu conteúdo. Pode haver falhas nas traduções, nas interpretações ou na sua apresentação gramatical, visto que, tendo sido escrita em linguagem antiga, no hebraico e no grego, além de expressões breves no aramaico, é possível observar-se algumas falhas em termos de grafia ou de tradução.

    Porém, as possíveis falhas, ou dificuldades de tradução, ou de interpretação, jamais podem ser consideradas como indicativas de erro na mensagem bíblica. Menos de 1% dos “erros” encontrados nos manuscritos, são falhas na transmissão da mensagem, e não afetam a integridade da Palavra de Deus. Deus disse a Jeremias: “Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir” (Jr 1.12b). Nos primórdios da reunião dos livros da Bíblia, houve um processo meticuloso, em termos de seleção das fontes originais, ou dos autógrafos, que deram origem aos textos da Bíblia. Assim, podemos afirmar com toda a segurança que, quando em conformidade com os manuscritos originais, a Bíblia não tem erros em seus textos.

    De maneira especial, Deus transmitiu sua vontade aos homens. E o fez através da mensagem escrita, para que ninguém pudesse alegar possíveis falhas, que poderiam ocorrer na transmissão oral, ao longo dos séculos. E, nesse processo de transmissão escrita, de modo inspirado, a Bíblia merece toda confiabilidade e reconhecimento de sua veracidade. Ela é inerrante, ou seja, não contém erros em seu conteúdo, em suas mensagens, em seus propósitos.
    Inerrância é a qualidade de quem é inerrante, ou que não comete erros. “Que não pode errar; infalível”. As mensagens dos homens, em toda a História, têm sido criticadas, e até desprezadas, por se constatarem falhas ou erros em seu conteúdo. Tais mensagens não podem reivindicar inerrância. Até mesmo as ciências, fundamentadas em dados e informações, obtidas a partir de pesquisas, e evidências empíricas, têm suas falhas ou erros. Mas a Palavra de Deus, consubstanciada na Bíblia Sagrada, não pode conter erros, ou seja, ela é inerrante.

    É uma pena vcs não saberem disso....pessoas que se dizem cultas e inteligentes

    ResponderExcluir
  7. Em primeiro lugar,existem contradções e erros nos originais em hebraico e em aramaico do antigo testamento e nos em grego do novo testamento sim.Quem diz que não existem está mentindo.Em segundo lugar,um deus uniciente não deveria permitir que tradutores cometessem erros de tradução pois como é unipotente pode todas as coisas e por isso deveria proteger sua palavra,e não são só 1% de contradições,são muito mais.E se a bíblia foi escrita por homens mais inspirada por deus,seus escritores não deveriam ter pensado que ele se arrependeu se ele não tivesse se arrependido,pois senão eles teriam escrito que ele se arreoendeu sem a inspiração dele.E deus conhece o futuro portanto ele não precisa fazer teste pra saber nada,porquê ele ja sabe com antecedência.

    ResponderExcluir
  8. Uma baleia não pode engolir uma pessoa,pois apesar de ser muito grande,sua garganta é muito pequena.Só passa sardinha.

    ResponderExcluir
  9. "Uma baleia não pode engolir uma pessoa,pois apesar de ser muito grande,sua garganta é muito pequena.Só passa sardinha."

    Amigo, para tudo os cristãos têm uma saída. Para este caso eles dizem, convenientemente, que não se tratava de uma baleia especificamente, mas sim de um peixe (eles têm saida para tudo.

    MILSON

    ResponderExcluir
  10. Milson

    "Amigo, para tudo os cristãos têm uma saída. Para este caso eles dizem, convenientemente, que não se tratava de uma baleia especificamente, mas sim de um peixe (eles têm saida para tudo."

    Oque continua sendo totalmente irracional, pois como eu alguem sobreviveria, por 3 dias, sem oxigenio e sendo digerido pelo estomago do peixe?

    Mas tudo bem, ja ate sei que resposta eu teria, e se alguem acredita NISSO, acredita em qualquer coisa, por mais irracional e fantasiosa que seja.

    ResponderExcluir
  11. ola não sei porque estou perdendo meu tempo com tanta bobagem, por acaso vocês tem como consultar o texto,( jonas 1;17, vou poupar-lhes tempo, ( diz que DEUS "deparou" um grande, peixe,o segredo esta na palavra ou no verbo (DEPARAR) que quer dizer (dicionario web) entre muitos significado; fazer aparecer, ou seja surgir do nada, não era um peixe qualquer, DEUS fez com que este peixe aparecesse com um proposito especifico, este peixe estava cumprindo ordem de quem o criou. eu compreendo que isto e muito difícil, para sábios iguais a vocês entenderem. ate porque possivelmente ainda não conseguem entenderem, porque vocês mesmo foram criados.

    ResponderExcluir
  12. Se o probelma é apresentar uma versão da bíblia como argumento, eu apresento essa:

    "Então o Senhor fez com que um grande peixe engolisse Jonas, e ele ficou dentro do peixe três dias e três noites." Jonas 1:17


    Então ficamos na mesma, pois aqui não aparece o verbo (DEPARAR).

    ResponderExcluir
  13. ola Milson você acabou com o problema foi o (SENHOR DEUS ) que fez.

    ResponderExcluir