segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Os 12 versículos adicionados de Marcos

Existem passagens bíblicas muito disputadas com relação à sua autenticidade, porém existem aquelas em que os estudiosos concordam que tratam-se de adições posteriores feitas por escribas. Uma das mais famosas são os doze últimos versículos do evangelho de Marcos.

Marcos 16:9 Quando Jesus ressuscitou, na madrugada do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, de quem havia expulsado sete demônios.

Marcos 16:10 Ela foi e contou aos que com ele tinham estado; eles estavam lamentando e chorando.

Marcos 16:11 Quando ouviram que Jesus estava vivo e fora visto por ela, não creram.

Marcos 16:12 Depois Jesus apareceu noutra forma a dois deles, estando eles a caminho do campo.

Marcos 16:13 Eles voltaram e relataram isso aos outros; mas também nestes eles não creram.

Marcos 16:14 Mais tarde Jesus apareceu aos Onze enquanto eles comiam; censurou-lhes a incredulidade e a dureza de coração, porque não acreditaram nos que o tinham visto depois de ressurreto.

Marcos 16:15 E disse-lhes: Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.

Marcos 16:16 Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.

Marcos 16:17 Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas;

Marcos 16:18 pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados.

Marcos 16:19 Depois de lhes ter falado, o Senhor Jesus foi elevado aos céus e assentou-se à direita de Deus.

Marcos 16:20 Então, os discípulos saíram e pregaram por toda parte; e o Senhor cooperava com eles, confirmando-lhes a palavra com os sinais que a acompanhavam.

Há o consenso de que esses versículos não estavam nos originais. Não há polêmica quanto a isso. Um dos motivos mais fortes é que eles simplesmente não estão nos melhores e mais antigos manuscritos que foram preservados até hoje. Eles simplesmente não estão lá!

Eles apenas continuam presentes nas bíblias até hoje por tradição, e porque seria polêmico demais retirá-los agora. Porém a maioria das edições recentes incluem embaraçosas notas de rodapé que denunciam a inautenticidade desses versículos.

Existem ainda outros motivos que evidenciam a farsa. Maria Madalena é apresentada novamente no versículo 9 ("de quem havia expulsado sete demônios"), como se já não tivesse sido mencionada no primeiro versículo desse mesmo capítulo:

Marcos 16:1 Quando terminou o sábado, Maria Madalena, Salomé e Maria, mãe de Tiago, compraram especiarias aromáticas para ungir o corpo de Jesus.

Além disso o estilo é diferente do usado em todo o resto do livro de Marcos, introduzindo palavras que nunca foram usadas antes pelo autor, além de práticas estranhas das quais Jesus jamais fez ou ensinou, como beber veneno ou pegar em serpentes (essas eram características típicas de alguns grupos cristãos encantadores de serpentes dos primeiros séculos da era comum).

Os motivos que levaram os escribas a forjarem esses versículos podem ter sido até bem intencionados, pois sem eles o livro termina de maneira abrupta:

Marcos 16:4 Mas, quando foram verificar, viram que a pedra, que era muito grande, havia sido removida.   

Marcos 16:5 Entrando no sepulcro, viram um jovem vestido de roupas brancas assentado à direita, e ficaram amedrontadas.   

Marcos 16:6 “Não tenham medo”, disse ele. “Vocês estão procurando Jesus, o Nazareno, que foi crucificado. Ele ressuscitou! Não está aqui. Vejam o lugar onde o haviam posto.   

Marcos 16:7 Vão e digam aos discípulos dele e a Pedro: Ele está indo adiante de vocês para a Galiléia. Lá vocês o verão, como ele lhes disse.

Marcos 16:8 Tremendo e assustadas, as mulheres saíram e fugiram do sepulcro. E não disseram nada a ninguém, porque estavam amedrontadas.

Como é que é? Então as mulheres fugiram assustadas e não contaram a ninguém? Quer dizer que os apóstolos não ficaram sabendo da ressurreição de Jesus? Nem Jesus se encontrou com eles? Nem lhes disse o que fazer? Isso foi considerado impensável para alguns escribas, que acharam por bem incluir por conta própria um final mais decente, segundo eles, para o evangelho.

Dessa forma, uma das passagens mais usadas por evangélicos pentecostais, aquela que fala dos dons espirituais, passou a ser incluída nas escrituras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário