quarta-feira, 18 de abril de 2012

42 meninos mortos por duas ursas. Mais um milagre!

Essa é uma daquelas histórias que não vemos sendo contadas nos cultos e missas domingo de manhã. E não é para menos, pois muitos crentes sequer ouviram essa passagem um dia, e os que a conhecem preferem ficar quietos de vergonha.

Muitos ateus já devem conhecer essa história. Trata-se da passagem em que Eliseu, o profeta sucessor de Elias, que havia recém "subido aos céus em um redemoinho" (aham, senta lá, Cláudia), estava indo em direção a Betel, quando no caminho encontrou algumas crianças, as quais começaram a caçoar dele por causa de sua careca. Eliseu, testando seus novos superpoderes de profeta, não aceitou o bullying muito bem, e amaldiçoou as crianças "em nome do SENHOR", e eis que do mato saíram duas ursas, e desmembraram 42 daqueles meninos..

Certamente uma história linda para contar aos seus filhos!


2 Reis 2:23 Então [Eliseu] subiu dali a Betel; e, subindo ele pelo caminho, uns meninos saíram da cidade, e zombavam dele, e diziam-lhe: Sobe, calvo; sobe, calvo!
2 Reis 2:24 E, virando-se ele para trás, os viu, e os amaldiçoou no nome do SENHOR; então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram quarenta e dois daqueles meninos.
2 Reis 2:25 E dali foi para o monte Carmelo de onde voltou para Samaria.

Tem muita coisa que pode ser dita a respeito dessa história ridícula e grotesca.

A primeira, a mais óbvia, é a do caráter desse "homem de deus", que se enfurece por tão pouca coisa, e joga sua ira em crianças que sequer conheciam as consequências dos seus atos. E por causa do quê? De falta de cabelo? Um homem santo não deveria estar acima dessas coisas terrenas? E por que não dar apenas um susto nas crianças? Tinha que "despedaçá-las", como diz a bíblia?

Interessante, inclusive após o incidente, Eliseu não parece ter dado muita bola para o cenário de pedaços de crianças espalhados em meio a um banho de sangue. Apenas seguiu seu caminho tranquilamente para Betel!

Não se sabe ao certo se foi Eliseu quem enviou as ursas, ou se foi deus. A bíblia apenas diz que ele amaldiçoou as crianças. Mas isso não muda nada; se foi Eliseu, foi com a permissão de deus. Se foi deus, então a pequenez de espírito e falta de caráter é do próprio deus, por "se doer" por uma simples gozação de crianças.

Já houve crentes que disseram em suas tentativas de explicação que não se travam de crianças, mas de "anões". Desculpa esfarrapada, pois as palavras hebraicas usadas são "qatan na`ar", que significa "pequenos garotos", com idade variando entre infância e adolescência. E mesmo que fossem anões, faria alguma diferença? A passagem seria menos cruel ou repugnante?

Outra coisa que deve-se notar é como é que duas ursas conseguiriam apanhar 42 crianças. A não ser que elas fossem ursas ninjas sayajin with lasers from hell, é muito improvável que elas conseguissem realizar esse feito.

O fato é que esse número - claramente exagerado - não tem nada a ver com a realidade, pois o 42 é um número cabalístico especial para os israelitas antigos. A explicação é muito simples. Deus gosta do número 7, que significa a perfeição, plenitude, fim, acabamento. Na verdade essa preferência não veio de deus, e sim de influência pagã, a partir dos 7 corpos celestiais errantes que eram conhecidos na época, e eram considerados deuses: o Sol, a Lua, e os 5 planetas visíveis a olho nu, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. O politeísmo foi abandonado pelos israelitas, mas o número 7 continuou especial.

O número 6 então é considerado imperfeição, falta, defeito, e geralmente associado com o homem e com a maldade. 42 é o resultado de 6x7, ou seja, a perfeita maldade, representando o caráter daqueles meninos. Mostra o quão maus eram esses meninos, e como mereciam ser despedaçados por ursas selvagens (42 aparece em outras partes da bíblia, sempre associado de alguma forma com a maldade, em Juízes 12:5-6, 2 Reis 10:14, e Apocalipse 11:2 e 13:5).

Ou seja, é apenas uma história inventada, com a intenção de apresentar algum tipo de moral para as pessoas. Qual é essa moral? Oras, é essa aqui:



14 comentários:

  1. deus faz assim mesmo , ele è amor , mais tambèm è fogo conssumidor , cuidado com que vc fala do homem que te dà folego de vida . deus è capaz de  matar quem se levanta contra os ungidos de deus . cuidado.  pessa perdao a deus .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quero que seu deus va dar cú...
      pera ae que chegou duas ursas aki em casa....

      Excluir
  2. Pqp..eu não conhecia essa história horrível. É da bíblia e todo mundo oculta. E esses evangélicos ainda defendem tal ato.

    ResponderExcluir
  3. Poi é, amigo! isso porque você também não dever saber sobre a praga da hemorróidas que o deus bíblico lançou sobe uma nação. Livro de I Samuel, capítulo 5.
    Absurdos é o que não falta.

    ResponderExcluir
  4. Caráter em crianças? Fala sério...
    E outra: vc fala que é não foi um genocídio real, que na verdade não foram 42 crianças ou talvez não tenham existido nem crianças (só o deboche). Então em qual pedaço da bíblia eu vou poder considerar como REAL?

    ResponderExcluir
  5. olha o que o CASA DE ORAÇAO disse: DEUS FAZ ASSIM MESMO....

    ahahahahahahahahahaha...   deus mata crincas inocentes?       por que será que nenhum crente opinou aqui ainda heim?    será por que nao existem justificativas que inocentam o ato do profeta? kkkkkk
    se liguem

    ResponderExcluir
  6. simples a bíblia fala de meninos e a tradução hebraica para meninos é jovens de 13 a 18 mais ou menos e esse que se refere a passagem de 2 reis 2:23 se refere a uma gangue de arruaceiros que o insultava, agora ateu não acredita em Deus mas adora usar a bíblia, estranho.

    ResponderExcluir
  7. "agora ateu não acredita em Deus mas adora usar a bíblia, estranho."

    Para demonstrar como o suposto deus poerfeito, é um personagem imoral, injusto e sadico, e isso se aplica a todas as outras idiotices nas quais as pessoas acreditam, não só o seu deus.

    Outra coisa, então se tiver um bando de jovens xingando alguem, isso seria justificativa para matar todos eles? sério? de onde vem sua moralidade, da idade do bronze? Suponho então que você defenda que as vitimas de bullying matem seus agressores.

    ResponderExcluir
  8. Se você quiser, substitua a ilustração acima com duas ursas, estripando 42 adolescentes, mas ja ativo, não vai fazer diferença nenhuma, é simplesmente o desespero de querer justificar o injustificavel.

    ResponderExcluir
  9. vc mauricio tem alguns problemas mentais

    ResponderExcluir
  10. ...e..............?


    É isso?


    Parabens pela contribuição "extremamente importante" a discussão...

    ResponderExcluir
  11. Ramon, negar a pervesidade do seu deus é desconhecer a bíblia.

    Veja o que diz o livro de Josué 11.10-11, sobre a conquista da cidade de Hazor:

    "Josué voltou, conquistou Hazor e matou o seu rei à espada. ( Hazor tinha sido a capital de todos esses reinos. ) Matou à espada todos os que nela estavam. Exterminou-os totalmente, sem poupar nada que respirasse, e incendiou Hazor."


    Portanto, para seu deus não iria fazer diferença se aqueles jovens fossem de 18 anos ou recém-nascidos, ele os mataria de qualquer forma.

    ResponderExcluir
  12. Não, quem está com graves problemas mentais é quem quer justificar um deus imoral desses.

    ResponderExcluir
  13. Ricardo Marostica Giacomini16 de janeiro de 2014 03:04

    Me sinto mais aliviado em saber que deus protege os carecas kkkk

    ResponderExcluir